terça-feira, 31 de março de 2009

[vídeo] GP da Malásia - 1999-2008

Um bom vídeo mostrando o que já aconteceu no circuito de Sepang.



Achei no Blog Motorizado, do Ylan Marcel.

domingo, 29 de março de 2009

Pior início da Ferrari em 17 anos

Desde o GP da África do Sul de 1992, a Ferrari não ficava sem marcar pontos na corrida de estreia.

Na época, Jean Alesi e Ivan Capelli eram os pilotos. Ambos abandonaram com problemas no motor.

Além disso, a Ferrari ocupa a última colocação no campeonato de construtores.


Largada do GP da África do Sul de 1992

Fala aí! : Para Massa "O prejuízo é grande''

''O prejuízo é grande. No ano passado, perder um ponto já prejudicava muito. Imagine agora como fica perder mais que isso".

"Tive de abandonar, em minha opinião, por um problema na direção hidráulica. Estava saindo de uma curva, meu carro puxou para a direita, até fiquei assustado, e na outra curva puxou de novo. O volante ficou totalmente torto".

Felipe reconheceu erro de estratégia: "A corrida foi complicada. Começamos com pneu mole, o que parecia ser uma boa estratégia, considerando o que havia acontecido nos dias anteriores. Foi bom até pela minha largada, que foi ótima"

"Depois de cinco voltas, comecei a perder a traseira do carro, como todos com pneu mole, desgastado demais. E tivemos de antecipar a parada. Kimi até antecipou mais, e a equipe decidiu manter nossa estratégia. Sem o safety car, a tática seria fazer três paradas."

"Logo depois entrou o safety car, o que destruiu completamente minha estratégia. Depois do safety, tive oito voltas, não o suficiente para abrir para quem iria para duas paradas. Foi um erro grande. Mesmo assim, poderia ter ficado entre os cinco primeiros."


Massa avalia ter um carro no nível dos de Red Bull e BMW atualmente, por isso diz ser necessário melhorá-lo. "Tomara que consigamos levantar e arrebentar os outros".

Fala aí! : Kimi assume culpa na batida

"Quando bati no muro, foi minha culpa. Uma pena, pelo o que aconteceu depois; dava para ter sido o segundo. Perdemos pontos valiosos, mas tentaremos a recuperação na Malásia. O problema principal foi no manejo com os pneus, mas precisamos, também, melhorar nossa performance no geral".

Raikkonen não viu vantagem no uso do Kers e afirmou que o sistema pode não ser usado nas outras provas: "Ainda não tivemos uma visão clara da situação, pois a pista de Melbourne não é um bom indicativo de performance. O Kers funcionou bem no começo, mas não dava muita vantagem. Se acharmos que não valer a pena, não vamos mais usar."

Melbourne, corrida - Em corrida histórica, 1-2 da Brawn

Que corrida foi essa? Melbourne não pode sair da F1, tem algo melhor do que uma corrida louca para atrair fãs?
Vou fazendo um ''review'' da corrida a partir dos vídeos que tenho, vamos lá:


A largada. Como era de se esperar houveram vários enroscos. Barrichello largou muito mal e de segundo caiu para sétimo. Que largada do Massa! Na entrevista ele disse que o KERS ajudou bastante. Vendo a largada, Rubinho também ajudou, dando uma ''atrasada'' no Kubica.
Rubens tentou passar Webber por dentro, mas acabou sendo tocado, nessa, Heidfeld rodou, Kovalainen ferrou com a suspensão por ter batido na Red Bull. Sutil perdeu a asa dianteria quando tocou numa Toro Rosso, creio eu, em Bourdais.

Depois de algumas volta e ultrapassagens, os pneus macios, que no momento eram usados pela Ferrari, se desgataram demais. Raikkonen perdeu rendimento e foi ultrapassado por Rosberg na curva 1. Barrichello, que estava atrás, tentou na curva 3, masacabou tocando no finlandês, com isso, Rubinho perdeu um pedaço da asa dianteira, mas passou a Ferrari. Raikkonen antecipou o pit stop, por causa dos pneus. Massa entrou uma volta depois.

Na volta 18, Nakajima bateu na curva 4. Típida batida de F1 Challenge quando não tem controle de tração. Safety Car. No pit lane uma cena cômica, Fisichella perdeu a zona de entrada da Force India e precisou ser empurrado para poder ser ''atendido''.

Várias voltas em Safety Car depois... a relargada. Tudo ia normal até que Rosberg tirou de Nelsinho na briga pela sexta posição. Nelsinho por fora rodou sozinho e foi parar na brita. O motivo foram os freios.

Com 15 voltas para o fim, Raikkonen deu uma escapada e bateu, precisou fazer outro pit stop.
Restando 12 voltas, Massa parou, na opinião dele, com problemas na direção hidráulica.

Com 3 voltas para o final, Vettel vinha em segundo, Kubica em terceiro. Era visível a falta de rendimento do carro da Red Bull, que estava com os pneus macios já desgatados. Na curva 3, Kubica foi por fora e Vettel forçou por dentro, resultando um toque, no qual Vettel perdeu a asa dianteira e Kubica um pedaço da dele. Na curva seguinte, os dois sem asa dianteira, fizeram a curva rápido demais e os carros não viraram. Muro para os dois. Safety Car.


O Safety Car entrou e Button ganhou, com Barrichello segundo e Trulli terceiro, mas, Trulli foi punido e caiu para a 12ª posição. Hamilton herdou a última posição do pódio.

sábado, 28 de março de 2009

Usando o KERS

O novo gráfico, feito pela LG, mostra quando o piloto utiliza o KERS.



Quando amarelo, o piloto está usando-o,branco, não está.
Legal!

Globoesporte.com postará as classificação e corridas

No site globoesporte.com, todas as classficações e corridas serão publicados, após o seu fim.
Uma pena não ser ao vivo, mas tá valendo.




Hamilton 0 x 1 Kovalainen
Massa 1 x 0 Raikkonen
Kubica 1 x 0 Heidfeld
Alonso 1 x 0 Piquet
Trulli 0 x 1 Glock
Bourdais 0 x 1 Buemi
Webber 0 x 1 Vettel
Rosberg 1 x 0 Nakajima
Sutil 0 x 1 Fisichella
Button 1 x 0 Barrichello

Quem está mais ''obeso'' para a corrida?

A partir desse ano, o peso dos carros será divulgado. Entrega um pouco o jogo, mas para os fãs é legal.

1. Jenson Button, Brawn GP, 664.5kg*
2. Rubens Barrichello, Brawn GP, 666.5*
3. Sebastian Vettel, Red Bull, 657*
4. Robert Kubica, BMW Sauber, 650*
5. Nico Rosberg, Williams, 657 *
6. Felipe Massa, Ferrari, 654*
7. Kimi Raikkonen, Ferrari, 655.5*
8. Mark Webber, Red Bull, 662*

9. Nick Heidfeld, BMW Sauber, 691.5
10. Fernando Alonso, Renault, 680.7
11. Heikki Kovalainen, McLaren, 690.6
12. Nelson Piquet, Renault, 694.1
13. Giancarlo Fisichella, Force India 689
14. Kazuki Nakajima, Williams, 612.5

15. Sebastien Buemi, Toro Rosso, 675.5
16. Adrian Sutil, Force India, 684.5
17. Sebastien Bourdais, Toro Rosso, 662.5

18. Lewis Hamilton, McLaren, 655#
19. Timo Glock, Toyota, 670*#
20. Jarno Trulli, Toyota, 660*#

* Participaram do Q3
# Punidos

Nelsinho o mais pesado, Nakajima o mais leve.

Melbourne, classificaçao - Button lidera 1-2 da Brawn

Brawn não blefa, McLaren também não. Ferrari decepciona, Vettel surpreende.
Punição para Glock, Trulli e Hamilton

No Q1
, sem surpresas. Caíram as Force India, Toro Rosso e Nelsinho. As Brawn já na frente com boa vantagem para o terceiro colocado.

No Q2 a coisa esquentou. Hamilton nem foi para a pista, por causa de um problema no câmbio (que foi trocado e lhe rendeu punição, largará em 18º).

Kovalainen foi o menos veloz do Q2. Nakajima, surpresa, andou muito no Q1, caiu. Alonso e Heidfeld foram os dois que completaram o ''top 5'' que não participou do Q3. Vale lembrar que se não fosse o erro do Alonso na penúltima curva, o Raikkonen teria ficado de fora do Q3.


No Q3, muitas mudanças. Na segunda volta, Barrichello conseguiu baixar o tempo do Button, que veio depois e fez a pole.


Vettel em terceiro, muito bom tempo, pra quem não andou muito durante os treinos. Depois, Kubica, Rosberg e SERIA Glock, Massa, SERIA Trulli, Raikkonen e Webber.
''SERIA'' para as Toyotas porque foram punidas. A dupla foi desclassificada por causa da asa traseira, que teria apresentado "uma extrema flexibilidade", de acordo com os fiscais, ferindo o artigo 3.15 do regulamento técnico de 2009.



Ahh... minha TV ''corta'' as posições dos pilotos, do lado esquerdo. Que m#@$%

sexta-feira, 27 de março de 2009

[fotos/vídeo] As escapadinhas no treino livre







Melbourne, sexta - Tempos combinados

01. Nico Rosberg - Williams, 1:26.053
02. Rubens Barrichello - BrawnGP, 1:26.157
03. Jarno Trulli - Toyota, 1:26.350
04. Mark Webber - Red Bull, 1:26.370
05. Jenson Button - BrawnGP, 1:26.374
06. Timo Glock - Toyota, 1:26.443
07. Kazuki Nakajima - Williams, 1:26.560
08. Sebastian Vettel - Red Bull, 1:26.740
09. Kimi Räikkönen - Ferrari, 1:26.750
10. Adrian Sutil - Force India, 1min27.040
11. Felipe Massa - Ferrari, 1:27.064
12. Fernando Alonso - Renault, 1:27.232
13. Giancarlo Fisichella - Force India, 1:27.282
14. Nick Heidfeld - BMW, 1:27.317
15. Robert Kubica - BMW, 1:27.398
16. Heikki Kövalainen - McLaren, 1:27.453
17. Sebastien Bourdais - Toro Rosso, 1:27.479
18. Lewis Hamilton - McLaren, 1:27.813
19. Nelsinho Piquet - Renault, 1:27.828
20. Sebastien Buemi - Toro Rosso, 1:28.076

Dentre os motores Mercedes, Hamilton ficou com a pior colocação.

Massa/Raikkonen : Esperemos a classificação


"Estamos mais ou menos bem em relação ao acerto, embora ainda seja preciso espaço para melhorar a performance. Não pude marcar um bom tempo com os pneus macios na segunda sessão, na qual cometi um erro por ter saído de traseira. Nesta fase, tivemos um equilíbrio diferente sobre o carro, quando comparado ao que tínhamos com os pneus duros, que não é a escolha ideal".
''Amanhã, com todos com a mesma quantidade de combustível, vamos ver qual é a situação. Além de tudo, no final da sessão, o vento aumentou um pouco, o que, definitivamente, não ajuda".



''Pela manhã o carro foi bem, mas à tarde não consegui encontrar um acerto satisfatório, embora tenhamos tentado várias soluções".

"Temos todas as chances de melhorar nosso desempenho, mas não sei dizer quanto comparado aos outros. Hoje é difícil dizer onde nós estamos em comparação a eles. Veremos na classificação''.

Melbourne, treino livre 2 - Williams, Brawn e Toyota lideram



Não assiti o segundo e pelo que li e vi nos vídeos a Brawn tem mesmo um carro acertadinho pra Melbourne.
Pelos vídeos, a Ferrari saiu demais da pista...
A Renault andou atrás, principalmente Nelsinho. Olhando a velocidade máxima da Renault, no segundo treino, os dois pilotos ficaram com as piores passagens: 301 km/h.
Hamilton andou atrás novamente.

Melbourne, treino livre 1 - Rosberg, Nakajima e Raikkonen separados por 0.063


Alinhar ao centro
Sem asas e aletas, começou a temporada 2009 da F1.
Williams marcou seus tempos no último minuto.
Raikkonen marcou seu tempo quando colocou pneus moles.
A Brawn mostra que anda bem, tem um carro no chão, sem muitas correções dos pilotos. Ao contrário disso está a Renault, Alonso e Nelsinho sofreram.
Hamilton em 16º surpreende.

Não vou acompanhar o segundo treino, mas amanhã cedo já vou atrás do que aconteceu.

quinta-feira, 26 de março de 2009

FIA libera difusores da Brawn, Williams e Toyota.

A decisão foi tomada após quatro horas de reunião, onde as partes envolvidas fizeram suas apresentações e discutiram sobre o tópico. Na noite desta quinta-feira (manhã aqui no Brasil), a FIA divulgou um comunicado, onde afirmou considerar os difusores dentro da legalidade.



2009 começa ''daquele jeito''.

Corinthians no Albert Park

Rubinho apareceu assim em Melbourne...



... e vai ganhar a corrida.

A Ferrari versão 2009

Scuderia Ferrari Marlboro


F60. Homenagem aos 60 anos da Ferrari na Fórmula 1
Base: Maranello, Itália
Chefe de equipe: Stefano Domenicali
Pilotos titulares: Felipe Massa e Kimi Raikkonen
Pilotos de testes: Luca Badoer e Marc Gené
Modelo: F60
Motor: Ferrari Type 056

Primeira temporada: 1950
GPs disputados: 776
Títulos de Pilotos: 15
Títulos de Construtores: 16
Vitórias: 209
Poles: 203
Melhores voltas: 218


3 - Felipe Massa


Cidade natal: São Paulo
Nacionalidade: brasileiro

Equipes: Sauber (2002, 2004-2005), Ferrari (desde 2006)
GPs disputados: 105
Primeiro GP: Austrália-2002
Títulos: 0
Vitórias: 11
Pódios: 27
Poles:
15
Pontos: 298
Posição no campeonato de 2008:


4 - Kimi Raikkonen


Cidade natal: Espoo
Nacionalidade: finlandês

Equipes: Sauber (2001), McLaren (2002-2006), Ferrari (desde 2007)
GPs disputados: 138
Primeiro GP: Austrália-2001
Títulos: 1 (2007)
Vitórias: 17
Pódios:
57
Poles: 16
Pontos: 531
Posição no campeonato de 2008:

Como se esperava, Ferrari, Renault e Red Bull confirmam protesto

Ferrari, Renault e Red Bull confirmaram nesta quinta-feira terem formalizado protestos contra Brawn, Toyota e Williams sobre os difusores dessas equipes em Melbourne.

Embora não haja por enquanto palavra oficial alguma dos comissários da FIA sobre os protestos, eles analisam agora a situação, segundo o site da revista "Autosport".

A BMW tentou, mas não conseguiu preparar a papelada técnica a tempo e teve sua reclamação rejeitada.



A temporada nem começou e os resultados já podem ser alterados depois.
Mas se está fora do regulamento é ilegal.

quarta-feira, 25 de março de 2009

[vídeo] Expectativa de Stefano Domenicali para o GP da Austrália

A Ferrari gosta de emoção: o pirulito eletrônico será usado em Melbourne

Depois de ''arrumar'' o dispositivo, a Ferrari deve usar o pirulito eletrônico.
A informação vem do Tazio.

É esperado que a Ferrari adote um dispositivo para impedir acionamento da luz verde enquanto a mangueira estiver conectada.

Ano passado, dois erros com essa inovação, o primeiro, no GP da Europa, quando Raikkonen arrancou quando viu a luz amarela, e no GP de Cingapura, quando Massa foi liberado antes da hora.



- ''Haja coração''.

terça-feira, 24 de março de 2009

Schumacher vai ''dar um mão'' em Melbourne e Sepang

Ano novo, regras novas, muitas novidades. Nada como ter um cara experiente para dar uma ajudinha. É o que a Ferrari vai fazer nos dois primeiros GPs do ano, Michael Schumacher vai dar uma mão para a equipe.

"Nos dois últimos anos, a presença de Michael nos boxes não era tão importante"

"Agora, com tantas regras, Michael ajudará os engenheiros na compreensão do carro. Nesta área, a experiência de Michael é extremamente importante" - Willi Weber, ao jornal alemão "Bild".

[foto] Começa o trabalho em Melbourne

segunda-feira, 23 de março de 2009

Para 2009: Massa 3, Kimi 4

Depois de a FIA dizer que Kimi era 3, Massa 4 e a Ferrari dizer o contrário, está decidido: Massa será o 3 e Raikkonen o 4. Ponto.




Os números dos pilotos em 2009:

McLaren Mercedes
1 Lewis Hamilton
2 Heikki Kovalainen

Ferrari
3 Felipe Massa
4 Kimi Raikkonen

BMW Sauber
5 Robert Kubica
6 Nick Heidfeld

Renault
7 Fernando Alonso
8 Nelson Piquet

Toyota
9 Jarno Trull
10 Timo Glock

STR Ferrari
11 Sebastien Bourdais
12 Sebastien Buemi

Red Bull Renault
14 Mark Webber
15 Sebastian Vettel

Williams Toyota
16 Nico Rosberg
17 Kazuki Nakajima

Force India Mercedes
18 Adrian Sutil
19 Giancarlo Fisichella

Brawn Mercedes
20 Jenson Button
21 Rubens Barrichello

Raikkonen evita previsões para o GP da Austrália



"É difícil fazer previsões considerando as muitas mudanças de regras. A Ferrari foi muito competitiva durante os testes, mas faremos um tira-teima do F60 em Melbourne quando todos correrem com a mesma quantidade de combustível e ao mesmo tempo. Só aí veremos o quão forte estamos. E talvez tenhamos de aguardar mais algumas corridas para termos uma situação mais clara."

O campeão de 2007 afirmou apreciar bastante o carro de 2009: "Posso confirmar que gosto mais do F60 que gostava do F2008. É muito mais divertido e me faz lembrar de carros aos quais estava acostumado há alguns anos".

Raikkonen acredita ser importante ter um bom começo de campeonato, pois "cada ponto conta". "Nossa meta é imediatamente marcar pontos."

domingo, 22 de março de 2009

[vídeo] Red Bull 2009 Preview



Esse ano a Red Bull está com cada vídeo ''batuta'' hein?!
Achei uma revisão de todos os gps em Melbourne, mas foi excluído. Procurando outro...

sábado, 21 de março de 2009

Em longa entrevista, Massa faz uma análise completa da temporada

A fonte é o Tazio, onde também tem o aúdio da entrevista. Vale a pena conferir!

Amadurecimento
Massa admitiu sentir a pressão, mas disse estar acostumado, pois foi motivo de muitos julgamentos e comparações quando entrou na Ferrari e no momento de erros em algumas corridas.

"Sempre tive muita pressão, até mais que os outros. Quando entrei, muita gente disse que não merecia estar na Ferrari. Quando errei, todo mundo falou do passado, que meu empresário é o Todt, que ganhei por sorte. A pressão faz parte. Sempre espero a maior pressão possível da imprensa. Sempre tive e não é pensando nisso que vou melhorar ou não. Não preciso mostrar nada para ninguém. Sou capaz de vencer e de lutar pelo campeonato. E é só o que eu quero."

Massa bate na primeira curva do GP da Austrália de 2006.

Felipe destacou a decisão do ano passado, quando perdeu o título para Lewis Hamilton na última volta.

"Mentalmente, foi uma grande lição de vida para mim, de aprendizado pessoal, que vai me deixar mais forte para lutar por qualquer campeonato, corrida, vitória, ou momento em que estiver na pista. Me deixou mais pronto e forte para lutar".


Erros de 2008
Massa sabe que, não fossem alguns erros vitais dele e da Ferrari, o título mundial do ano passado poderia estar em suas mãos. Por isso, o piloto garante que os problemas foram trabalhados dentro da escuderia e não vão se repetir.

"Foi uma coisa totalmente trabalhado na equipe. A gente sabe onde errou, onde perdemos pontos, todos os motivos e, independente se é um problema da equipe, do carro, do piloto, de quem seja, foi um problema que sabemos de onde veio e precisamos trabalhar em cima disso para que não aconteça mais. Podia ter vencido meu primeiro campeonato, mas serviu como lição e experiência para que isso não aconteça mais"

Massa erra sozinho, quando estava em segundo na Malásia.

Kimi, o rival número 1
Sobre os pilotos que podem se tornar uma "pedra no sapato" em 2009, Massa preferiu destacar Kimi Raikkonen. Para ele, o companheiro de equipe é o principal obstáculo dentro de uma temporada. Mas os outros campeões, como Fernando Alonso e Lewis Hamilton, e possíveis zebras merecem atenção.

"Todos são adversários principais. Tanto meu companheiro de equipe, que corre com o mesmo carro; acho que, estar na frente do companheiro é um motivo concreto de mostrar que fez o melhor trabalho com o carro. Acho que estou preparado para disputar e lutar com qualquer tipo de competidor. Tanto o Kimi, como o Hamilton e o Alonso; ou outro piloto, que não tiveram um ano disputado e pode ser uma surpresa."


Brawn: ameaça real?
Já em relação às equipes que podem surpreender nesta temporada, Massa não esconde a curiosidade em cima da Brawn. Se o time de Rubens Barrichello não estiver blefando, então é o maior concorrente.

"Se as coisas são reais, a principal adversária é a Brawn GP. Se as coisas realmente foram reais, olhando os últimos treinos, com certeza é a Brawn", falou Felipe, calcado nos testes de inverno, nos quais a Toyota também foi digna de destaque.

"Existiram algumas equipes que surpreenderam. Vimos uma Brawn GP ressuscitando das cinzas, uma Toyota crescendo e melhorando muito. Certamente, eles tem algo a mais que as outras. Onde é, não sei, mas está dando diferença. Agora, cabe a nós ter um carro tão competitivo, saber de onde vem a diferença e tentar fazer nosso carro crescer, ou saber se a diferença vem de uma área onde não é tão clara."

Contudo, uma coisa é certa: a McLaren vem sendo a grande decepção, nas palavras do piloto. "É difícil ter uma idéia clara, mas a gente nunca viu uma McLaren tão atrás, tão em dificuldade. Você andando sempre atrás mostra que você não está bem, mesmo com você usando muito combustível. É importante você estar bem, tanto em treino quanto em corrida"


A F60
Abrindo sua sétima temporada na F-1, Massa acredita ter um carro bom em mãos e espera que os pequenos problemas apresentados na pré-temporada tenham sido sanados.

"Estou satisfeito. A gente fez o que deveria. O carro é rápido, constante. Fizemos simulações, tivemos pequenos problemas, que espero que tenham sido resolvidos. Estamos pronto para começar o campeonato e espero estar tão competitivo quanto nos próximos anos"


Mudanças para 2009
As modificações no regulamento para 2009, no entanto, são as mais interessantes, na ótica de Felipe. A introdução do novo pacote aerodinâmico e do Kers farão muita diferença quando o carro estiver com os pneus, que retornam a ser lisos, mais gastos.

"Hoje em dia, o carro tem menos pressão aerodinâmica. Com os pneus slicks, o carro melhorou, deu mais grip mecânico, mas, quando eles ficam gastos, a maneira de você dirigir se torna diferente do ano passado. Ele escorrega mais, tem menos aderência, é mais solto. Mas, depois de alguns treinos, aprendi rápido o jeito de pilotar", analisou.

"Fora isso, tem o Kers, onde você precisa usar no momento certo e no ponto certo. Tem de ser nos momentos ideais. E você também tem a asa dianteira móvel, onde é importante acertar para as curvas de baixa velocidade."

Mas a adaptação ao novo regulamento não foi um problema para Massa, que considerou a pré-temporada um período suficiente para se aclimatar com as mudanças.

"Com o treino, você se adapta a cada mudança, técnica ou esportiva. Pode parecer algo estranho, mas todo piloto está acostumado a ter coisas novas e iniciar do zero em várias coisas. Na carreira é assim, do kart para o monoposto. A cada ano, muita coisa muda e você precisa se adaptar. Isso faz a diferença entre um piloto de F-1 e o de outras categorias. As regras não mudaram o modo de trabalhar e pensar, e me adaptei a elas."

"Não é como no ano passado. É um carro que, com pneus novos, você tem um equipamento igual ao do ano passado. Mas, com pneus gastos, você tem uma diferença grande em dirigir. O carro é mais solto, escorrega mais, tem menos pressão, e é até mais fácil de errar. Mas não foi um grande problema de adaptação."

Segundo o brasileiro, as regras servem para apimentar o campeonato. "Podem fazer as equipes mais competitivas. Podem trazer mais surpresas e elas estão aí para deixar o campeonato mais competitivo, e isso que deve acontecer".

A Ferrari usará o KERS em Melbourne
"É uma peça super importante no nosso carro, que pode fazer a diferença. Acredito que a gente tem a possibilidade de usar o Kers sempre. Se tiver problemas, só desligar o Kers e continuar. Acho que esse é o caminho pra gente seguir. Acho que a gente tem de usar e está decidido: a gente vai usar sempre o Kers"

sexta-feira, 20 de março de 2009

Mudou! Campeão será aqueles com mais pontos!

Após o protesto da FOTA, a FIA adiou a introdução da regra esdrúxula, onde o campeão seria aquele com mais vitórias.

A mudança foi adiada para 2010.

Atualizado: Nota da FIA
Em 17 de Março, o Conselho Mundial da FIA rejeitou por unanimidade a proposta de alteração do sistema de pontos para o campeonato de pilotos, feita pela FOTA. A proposta " o vencedor leva tudo'' feita pelo detentor dos direitos comerciais (que tinha sido informado de que as equipes foram a favor), foi então aprovada.

Se, por qualquer razão, as equipes da Fórmula Um não concordam com o novo sistema, a sua implementação será adiada até 2010.

McLaren admite não ter carro para vencer 1º GP

A fonte é o Tazio!

Martin Whitmarsh admitiu nesta sexta-feira que a McLaren tem poucas chances de disputar as primeiras colocações no GP da Austrália.

Apesar das modificações feitas em Jerez de la Frontera no MP4-24, principalmente em sua traseira, e dos melhores tempos marcados, o chefe de equipe ainda não acredita em vitória de Lewis Hamilton ou Heikki Kovalainen no próximo dia 29 de março.

A atual campeã com o inglês sofre com a falta de velocidade. Ela apontava na semana passada faltava ao seu carro estabilidade aerodinâmica.



"Começaremos a temporada totalmente cientes de que não temos ainda um pacote técnico que permita uma luta na frente aos nossos pilotos", disse Whitmarsh.

"Na F-1, não há onde se esconder. É isso que deixa nosso esporte tão exigente e ainda interminavelmente fascinante."

"E, como uma equipe que vai a um GP com expectativa de vencer corridas e disputar os campeonatos, iremos para Melbourne com expectativas realistas."

Whitmarsh promete não descansar até melhorar o MP4-24: "Apesar de tudo, começamos nossa temporada com grande determinação para voltarmos para a frente e não descansaremos até termos feito isso. E mais importante: não esquecemos como vencer".

Embora não saiba precisamente quem será o melhor em Melbourne, Hamilton também considera difícil lutar pela ponta logo na primeira etapa de 2009.

"Apesar de semanas de testes, ainda é difícil saber exatamente quem tem o melhor pacote, e descobrir [as forças] no fim de semana de Albert Park é sempre fascinante", declarou.

"Talvez a McLaren não vá a Melbourne com os mesmos prospectos de lutar na frente, como foi o caso em 2007 e 2008, mas a equipe inteira trabalhará intensamente para irmos para a dianteira."

quinta-feira, 19 de março de 2009

Jerez, dia 5 - Williams fecha com melhor tempo dos testes

Kazuki Nakajima registrou o melhor tempo desta semana de testes em Jerez
O japonês registrou 1:17.494, 0.350 mais veloz que a marca estabelecida no início da semana pelo inglês Jenson Button, da Brawn.

A McLaren mostrou certa evolução, com Heikki Kovalainen cravando 1:17.946, um tempo 0.452 mais lento que o de Nakajima. Restando apenas quatro minutos para o término da sessão, o finlandês saiu da pista, provocando a bandeira vermelha.


1. Kazuki Nakajima - Williams, 1:17.494 (102 voltas)
2. Heikki Kövalainen - McLaren, 1:17.946 (84)

[fotos] Preparação em Melbourne

Faltam 7 dias!!





Mais fotos??
Aqui!!

terça-feira, 17 de março de 2009

Montezemolo anuncia saída de Jean Todt da Ferrari

Jean Todt despediu-se da Ferrari nesta terça-feira. O anúncio foi feito pelo presidente da montadora Luca di Montezemolo durante reunião da mesa diretora.

Após sair da direção da Ferrari na F-1, o francês assumiu durante um curto período o cargo de CEO da companhia e atualmente era conselheiro especial da equipe. Ao todo foram 16 anos como membro da montadora.

"Jean Todt foi uma peça-chave na história da Ferrari nos últimos [16] anos", disse Montezemolo.

"Seu trabalho era definido por sua habilidade e paixão, e ele ganhou respeito e afeição de toda a companhia e dos fãs do cavalo rampante. Eu gostaria de desejar sorte para um futuro ainda mais rico."

Todt também era membro da mesa diretora da Ferrari e presidente da diretoria nas divisões da Ásia-Pacífico e do Leste Europeu, além de representar a montadora no Conselho Mundial da FIA.

Fonte: Tazio

A ''surprise'' da pré temporada



Arte do Bruno Mantovani.

Jerez, dia 3 - Em seu último teste, Brawn termina na frente de novo e McLaren continua atrás

No último dia da Brawn, Button registrou a marca de 1min17s844. Rosberg foi o segundo, 0.227 atrás de Button.
Também em seu último teste, a Renault ficou em terceira, com Nelsinho o tempo foi 0.538 mais lento que do que o do Button.

E, em último veio Hamilton. O melhor tempo da McLaren foi 1.277 mais lento que o mehor do dia.

1. Jenson Button - Brawn GP, 1:17.844 (117 voltas)
2. Nico Rosberg - Williams, 1:18.071 (71)
3. Nelsinho Piquet - Renault, 1:18.382 (128)
4. Lewis Hamilton - McLaren, 1:19.121 (112)


Amanhã, McLaren e Williams fecham os testes coletivos de 2009.
Kovalainen e Nakajima serão os pilotos.

Campeão em 2009 será aquele com mais vitórias

O número de pontos não valerá mais para definir o campeão da F-1 em 2009. O Conselho Mundial da FIA decidiu que o título ficará com o piloto que mais vencer corridas na temporada.

Já a proposta da Fota (Associação das Equipes de F-1), de alterar os pontos dos três primeiros colocados de 10, 8 e 6 para 12, 9 e 7, respectivamente, foi rejeitada pelo Conselho.



Acho uma boa ideia (sem acento!).
Depois de pensar um pouco, vi que é tão bom assim.

Se o piloto ganha 7 corridas e não completa as outras provas, marcará 70 pontos. Um segundo piloto, ganha 4 corridas e marca 85 pontos, terminando todas as provas. O campeão é o primeiro por ter mais vitórias. Injusto. Como não vai mudar, será desse jeito e ponto.

segunda-feira, 16 de março de 2009

Novo site da Ferrari será lançado dia 29

Homenageando Michelângelo e Roma, a Ferrari lançará seu novo site dia 29, mesmo dia do início da temporada 2009 da F1.

Jerez, dia 2 - Alonso fica na frente das Brawn

Na ''última tentativa'', Alonso fez e melhor dia em Jerez. As Brawn continuam com um desempenho excelente, fecharam o dia com Barrichello em segundo e Button, com apenas 12 voltas, em terceiro.

A McLaren, que tenta solucionar os problemas com o MP4-24, ficou com o penúltimo tempo, a frente apenas da Williams.


1°. Fernando Alonso (Renault), 1:18.343 (99 voltas)
2°. Rubens Barrichello (Brawn), + 0.055 (62)
3°. Jenson Button (Brawn), + 0.549 (12)
4°. Lewis Hamilton (McLaren), + 1.170 (85)
5°. Nico Rosberg (Williams), + 1.440 (123)